Segunda-feira, 03 de Fevereiro de 2020
Tempo: Comum

Memoria: Sao Bras
Cor liturgica: Vermelho

Evangelho do dia: São Marcos 6, 30-34

Primeira leitura: Reis 3,4-13
Leitura do primeiro livro dos Reis:

Naqueles dias, 4o rei Salomão foi a Gabaon para oferecer um sacrifício, porque esse era o lugar alto mais importante. Salomão ofereceu mil holocaustos naquele altar. 5Em Gabaon o Senhor apareceu a Salomão, em sonho, durante a noite, e lhe disse: "Pede o que desejas e eu to darei". 6Salomão respondeu: "Tu mostraste grande benevolência para com teu servo Davi, meu pai, porque ele andou na tua presença com sinceridade, justiça e retidão de coração para contigo. Tu lhe conservaste essa grande benevolência e lhe deste um filho que hoje ocupa o seu trono. 7Portanto, Senhor meu Deus, tu fizeste reinar o teu servo em lugar de Davi, meu pai. Mas eu não passo de um adolescente, que não sabe ainda como governar. 8Além disso, teu servo está no meio do teu povo eleito, povo tão numeroso, que não se pode contar ou calcular. 9Dá, pois, ao teu servo um coração compreensivo, capaz de governar o teu povo e de discernir entre o bem e o mal. Do contrário, quem poderá governar este teu povo tão numeroso?" 10Esta oração de Salomão agradou ao Senhor. 11E Deus disse a Salomão: "Já que pediste estes dons e não pediste para ti longos anos de vida, nem riquezas, nem a morte de teus inimigos, mas sim sabedoria para praticar a justiça, 12vou satisfazer o teu pedido; dou-te um coração sábio e inteligente, como nunca houve outro igual antes de ti nem haverá depois de ti. 13Mas dou-te também o que não pediste, tanta riqueza e tanta glória como jamais haverá entre os reis, durante toda a tua vida".

- Palavra do Senhor
- Graças a Deus

Salmo 118 (119)

- Como um jovem poderá ter vida pura? Observando, ó Senhor, vossa palavra.

R: Ó Senhor, ensinai-me os vossos mandamentos!

- De todo o coração eu vos procuro, não deixeis que eu abandone a vossa lei!

R: Ó Senhor, ensinai-me os vossos mandamentos!

- Conservei no coração vossas palavras, a fim de que eu não peque contra vós.

R: Ó Senhor, ensinai-me os vossos mandamentos!

- Ó Senhor, vós sois bendito para sempre; os vossos mandamentos ensinai-me!

R: Ó Senhor, ensinai-me os vossos mandamentos!

- Com meus lábios, ó Senhor, eu enumero os decretos que ditou a vossa boca.

R: Ó Senhor, ensinai-me os vossos mandamentos!

- Seguindo vossa lei, me rejubilo muito mais do que em todas as riquezas.

R: Ó Senhor, ensinai-me os vossos mandamentos!

Evangelho de Jesus Cristo segundo São Marcos 6, 30-34

- Aleluia, Aleluia, Aleluia!
- Minhas ovelhas escutam minha voz, eu as conheço e elas me seguem (Jo 10,27);

Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Marcos:

Naquele tempo, 30os apóstolos reuniram-se com Jesus e contaram tudo o que haviam feito e ensinado. 31Ele lhes disse: "Vinde sozinhos para um lugar deserto e descansai um pouco". Havia, de fato, tanta gente chegando e saindo, que não tinham tempo nem para comer. 32Então foram sozinhos, de barco, para um lugar deserto e afastado. 33Muitos os viram partir e reconheceram que eram eles. Saindo de todas as cidades, correram a pé e chegaram lá antes deles. 34Ao desembarcar, Jesus viu uma numerosa multidão e teve compaixão, porque eram como ovelhas sem pastor. Começou, pois, a ensinar-lhes muitas coisas.

- Palavra da Salvação
- Glória a Vós, Senhor

Comentário do dia por São João-Maria Vianney, Presbítero, Cura de Ars
Pensées Choisies du Saint Curé d'Ars

Antes de mais, ensinar

Meus filhos, a Palavra de Deus não é coisa pouca! As primeiras palavras de Nosso Senhor aos seus apóstolos foram: «Ide ensinar», para nos fazer ver que o ensino é a primeira prioridade. Como foi que conhecemos a nossa religião? Através do ensino que ouvimos. De onde nos vem o horror ao pecado, o que nos fez perceber a beleza da virtude e nos inspirou o desejo do Céuu? Foi o ensino.

Meus filhos, porque há pessoas tão cegas e tão ignorantes? Porque não fazem caso algum da Palavra de Deus. Uma pessoa instruída tem sempre recursos. Mesmo que se perca por todo o tipo de maus caminhos, podemos sempre ter a esperança de que, mais cedo ou mais tarde, voltará para o seio do bom Deus, ainda que seja apenas à hora da morte. Ao passo que uma pessoa que não tem instrução acerca das verdades da sua religião é como um doente em agonia: não conhece a grandeza do pecado nem a beleza da sua alma, nem o preço da virtude; anda de pecado em pecado. Uma pessos instruída tem sempre dois guias à sua frente: o conselho e a obediência.